17.9.07

endlessly...

foto de mariana castro

a tua presença cresce na sombra dos dedos e eu sonho-te
agora sonho-te…
no traço imóvel que me desenha a vida


16 comentários:

Paulo disse...

Sonhos, um lugar paradisiaco, onde tudo é possivel...

Sophia disse...

É bom quando algo termina e ainda deixa a vontade a sonhar!

;) baci

musalia disse...

e as nossas ilhas, Paulo?
:)

musalia disse...

termina?! ah, o sonho? mas nós comandamos o sonho, sophia:)
bj.

Jaime A. disse...

A vida imóvel,
escorrendo-se
entre sombras,
a meio dos dedos.
Entre os lírios,
vão-se esbatendo
as memórias
de um Sábado;
um Sábado de missa
sem sacerdote,
fugido a Deus;
esperamos à porta,
nem o Senhor aparece.
Imóvel,
sem sonhos,
os lírios esmagados,
em sonhos
dá-nos a mão,
sorri
e enleva-nos uma vida
naquele traço imóvel
que se estende
e se entretece
na nossa loucura...

Pedro Branco disse...

... por isso é a luz que me reflecte os olhares e no horizonte de cada sonho me deixo pousar à espera. Que as palavras se calem e os abraços se transformem nos beijos das mãos.

Bruna Pereira disse...

:) Começo a não ter nada que dizer aqui. Sinto. E chega-me.

:)

musalia disse...

belo poema, jaime a. :)
e belos os lírios, nos campos, na primavera.
obrigada pelas palavras, volta sempre.

musalia disse...

pedro branco, sempre digo que o sonho é o espaço que, livremente, podemos colorir :)

eyes shut disse...

porque é preciso sonhar...*

laerce disse...

Límpido sonho.

Um beijinho, moriana.

musalia disse...

eyes shut, noite com sonhos :)

musalia disse...

laerce, sereno sonho :)

beijinhos

musalia disse...

bruna, ficaste para o fim, deve ter sido pelo teu silêncio;)

Noktivaguz disse...

talvez um dia o sonho nos pinte na sombra..

musalia disse...

jim, gosto das sombras, vê-se melhor o que está iluminado...
observar, sobretudo...
um beijo.