27.12.07

[en]cantou o búzio



and maggie discovered a shell that sang
so sweetly she couldn't remember her troubles,and


e. e. cummings, 1956












João Lemos
esferográfica em papel encerado branco, 2003
rollerball on white waxed paper, 2003
(2ª de 6 páginas)



ao ouvido, marulhou a onda o vento silvou
o coração saltou e o búzio
no peito ficou
ao ouvido [agora], marulha rosada
a maré magoada que o vento desnudou

8 comentários:

Diogo Ribeiro disse...

Continua a beleza das imagens que a tua escrita deixa transparecer :)

Deixo aqui os meus votos de um Feliz 2008.

Beijo :)

Dalaila disse...

o vento desnudou, e vestiu-me por dentro...

laerce disse...

Com o búzio também se pode ouvir o coração.Basta que o vento esteja a favor.

Beijinhos

Inês disse...

:)* * *

musalia disse...

já sabes o que te desejo para o novo ano, não sabes?:)...

palavras gentis, as tuas, diogo.
um abraço.

musalia disse...

olá, dalaila:) o vento cobre, desnuda, leva, traz de volta ou de novo. o vento...

um bom 2008.

musalia disse...

este búzio ouviu, assim parece:) e o vento estava lá, pertinho...

beijinhos, laerce.

musalia disse...

um beijo para ti, inês :)