12.4.07

álibi

excuse_me_u_forgot_your heart by xxANGeLiCFRuiTCaKExx

tão imensamente pesavam os meus olhos lavei-lhes a tristeza e nos dedos
em estrela o teu sangue
não se pode atirar o coração à queima-roupa...

25 comentários:

Ciranda disse...

Pois não... ele pode morrer.

Pedro Branco disse...

Poderia ter-te apanhado no teu voo. Podia ter-te elevado o olhar até mim. Colher-te no corpo o mel da queda. Beber-te os rios de ti. Podia. Mesmo vazia sei que me completas!

Beijo, M.

sophiarui disse...

nenhum coração de sangue deixará de ser trespassado... assim...
á queima-roupa... com a vida por um fio mas sem nunca morrer

abracinho

Joaquim Sobral Gil disse...

Meus olhos pesavam,
mas a tristeza ficou tinta
de teu sangue;
não ficaram lavados,
quanto mais limpos;
cego fiquei
soba a aurora viva, feliz
caí de borco,
mãos agarrando as pedras,
pés empurrando-as...
nem me levantava,
porque não se pode atirar
o coração
à queima-roupa...

Bruna Pereira disse...

(Arrepio-arrepio-arrepio. Pausa.)

Um coração devia nascer com caixa anti-balas. Porque ele sangra com os tiros de alguns olhos.

(Pausa. Arrepio-arrepio-arrepio.)

Um beijinho e bom fim-de-semana :)

bruno .b.c disse...

se ires te
trouxe assim
moriana, deixando
palavras dESTAS a
quem chega vou
dizer-te regressa
sempre que quem
regressa vê.

três, ou quatro, abraços
para os que disserem depois
de mim, e um
para ti.

«não se pode atirar o coração à
queima-roupa» (escrito de cor
, entendes?, sem
copys nem pastes)

Francisco disse...

Sempre palavras de fino retoque, Moriana! Beijinhos e votos de bom fim-de-semana!

menina limão disse...

já tive essa imagem no meu desktop. :)

adoro essa fotógrafa.

antónio paiva disse...

.....................

pela criatividade e originalidade do teu trabalho, foste nomeada pela nossa pastagem

faz com ela o que achares por bem fazer

.....................

Beijo e boa semana

Joana disse...

Amiga,

quantas vezes estas palavras deveriam ser escritas para que TODOS as soubessemos valorizar!

Beijinho grande

musalia disse...

atirar, dar...fica-se sem ele. acho que o coração abre-se, a quem merece...ou não?...

um abraço, sarita.

musalia disse...

pedro branco

talvez o teu coração seja tão grande que o tenhas de repartir inifitamente. assim, não há medo de cair...

beijo.

musalia disse...

sophiarui

pendure-se o coração, então. no varal da roupa, preso por molinhas de algodão para não magoar. ou por um fio. e lua, porque o sol podia queimá-lo...

abracinho.

musalia disse...

francisco sobral gil

nada mais belo que olhar a aurora, quando a noite se faz dia, claridade rósea, quietude ímpar.
acordar e ver romper a claridade, nada mais belo. vale a pena.

beijo.

musalia disse...

bruna

gostei do som do telégrafo:)

o olhar fala, gela, mata...que mais fará o olhar?

beijinho de boa semana:)

musalia disse...

bruno béu c. :)

a ausência faz-nos mais lúcidos. reflectimos, deve ser. por isso no regresso nos ocorrem palavras 'dESTAS' (sem copy nem paste)
e é bom encontrar todos os 'abraços', o meu e o dos outros, de quem te antecede e sucede.porque cada um é ímpar.

abraço de quem te lê, aqui e lá.

musalia disse...

amigo Francisco! das ilhas, minha e tua, e outras.
um abraço, de Lisboa já quentinha.

musalia disse...

menina limão

devo confessar-te que foste tu a desvendar-me esta fotógrafa, assim como outras(os). no teu magnífico espaço!

comungamos nesse gosto. a foto é magnífica, decerto:)

musalia disse...

querido chuvinha! não mereço essa distinção mas não nego que fiquei sensibilizada com o gesto...

não posso escolher cinco blogs, a razão é simples: cada escrita é uma parcela preciosa, nada é totalmente completo. todas são importantes, as que me dizem alguma coisa, claro.
perdoa, mas não posso dar continuidade à cadeia...

abraço carinhoso.

musalia disse...

joana

amiga, a memória é curta (felizmente, às vezes). nem há escrita que possa modificar esse facto. comprovado.

beijinhos.

Sophia disse...

Pode ser atirado, mas não se deve fazê-lo... normalmente o preço do erro é em sangue e lágrimas!

;) Baci

musalia disse...

Sophia, e, além disso, 'quem dá e tira vai pr'ó inferno' já se dizia quando era miúda...

baci:)

laerce disse...

Moriana,

à queima-roupa soa-me a traição.os dedos em estrela entretanto revelam uma mão aberta e uma mão aberta, mesmo ensanguentada, é uma prova de confiança.

beijinhos

musalia disse...

laerce

o habitual sorriso :)
traição e confiança...combinam?...talvez:)

beijinhos.

inês leal, 31 anos à volta do sol disse...

...*