8.3.08

Da Palavra Mulher*



uma celebração que não faz sentido existir mas que, em pleno século XXI, ainda se torna necessário lembrar pela permanência das desigualdades...


*título e poema de Hugo Milhanas Machado
(tomámos a liberdade de reorganizar a disposição frásica - que o autor nos perdoe...)
2007/2008 (este ano viajou para os países da lusofonia)

aguarela de sofia salgado

4 comentários:

Filipe Oliveira disse...

Como ouvi na rádio... amanhã já passou.
Não esquecer enquanto houver necessidade de lembrar.
bjs

musalia disse...

já passou...:)
apenas isso, concordo.
bom domingo, filipe
bjs.

Hugo Milhanas Machado disse...

Ena..um beijo, amiga moriana.:)

musalia disse...

um beijo, amigo hugo.:)