20.3.07

até ao fim somos amantes uns dos outros*

Rembrandt, a ronda da noite




(...) O supérfluo, o que envolve o prazer sensível na sensação dum objecto belo, arrastava-os como a paixão do jogo. Os Nabasco jogavam por prazer e não por vício. De resto, tinham a ideia de que podiam suspender de repente uma vasa, levantarem-se e ir embora só porque o táxi chegara. Não era verdade mas - que importa? A verdade era uma coisa prescindível e não de todo se podia avaliar.

*Agustina Bessa-Luís, A Ronda da Noite (excertos in Egoísta, fevereiro 2007)

14 comentários:

Yardbird disse...

Esse quadro, visto ao vivo é majestoso.
É face alguns como ele que um projecto de pintor perde a esperança de alguma vez vir a pinat algo de jeito
Beijinho, Mori

musalia disse...

Yardbird

Rembrandt, é um dos maiores retratistas de todos os tempos. na colecção permanente da nossa Gulbenkian temos algumas obras deste pintor, vai lá e admira:)

beijinho.

Unicus disse...

Quedo-me apenas ante estes dois mestres..e ante a tua enorme sensibilidade.
Beijinhos, Moriana

Alphynho disse...

Frequentemente, quando se prescinde da verdade, vai-se parar à prisão, onde, a única coisa boa, é o pijaminha às riscas que se usa :oD

musalia disse...

unicus

dizes bem: dois mestres. dando-nos a beleza de duas magníficas artes:)

um beijo.

musalia disse...

alphy, então não devo estar na prisão porque, embora por vezes tenha a sensação de claustrofobia, não tenho pijaminha às riscas:)

beijão.

laerce disse...

Olá Moriana,

Gosto muito daquele "Não era verdade, mas."

O quadro é lindo.

Uma parte da tarefa concluída.

Beijinhos

Alphynho disse...

Munina mai winda, no outro dia esqueSSi-me de te dizer: "seamisai" traduz-se por "se amas, sabes...". Claro, falta o resto da letra :oD
Um beijo daqueles :o)

musalia disse...

laerce

a ironia de Agustina, a fina ironia:)

ainda bem, fico contente por saber ds tarefas concluídas.

beijinho.

musalia disse...

alphy, ouvi tudo...em italiano. espera-se tradução ;)
(a ti perdoo tudo - bem, não abuses!:)

beijão;)

helena disse...

E o que é a verdade?
O que é o que É?
Alguma vez saberemos?
Beijinhos

musalia disse...

helena

'ser' é a essência que não muda, tudo o resto obedece ao seu natural devir...
apesar disto tudo...não encontro resposta.
a verdade? é parcelar, apenas.

beijinhos, amiga.

magarça disse...

Ainda não li este livro de Agustina. mas já fiquei com água na boca...

musalia disse...

magarça, infelizmente talvez seja o último de Agustina...