7.10.07

para lá da memória...


Rose, oh reiner Widerspruch, Lust,
Niemandes Schlaf zu sein unter soviel Lidern.


Rosa, oh, pura contradição, desejo
De ser o sono de ninguém sob
tantas pálpebras.

Rainer Maria Rilke





foto de lilya corneli


são eternas as flores do afecto
no poema...

14 comentários:

J.B. disse...

gosto das "flores do afecto" - afectar é fazer vibrar, atrair a si, captar, diz o dicionário
'j'

Bruna Pereira disse...

Leve e denso como o perfume da rosa.
Um beijinho*

Sophia disse...

Cada cor seu sentido...
As flores são efémeras por natureza, eternas por poesia. Gosto!

;) Baci

musalia disse...

'j', não tinha pensado nessa definição de afecto :)

triplo...concerto, Beethoven ;)

musalia disse...

ou fresco e livre como o perfume da violeta :)

um beijo, bruninha :)

musalia disse...

a simbologia das cores, muito interessante. tudo é efémero...

bj., sophia:)

Noktivaguz disse...

Tudo o q é belo é imortal, mesmo q apenas tenha existido por breves momentos..

ps: finalmente quebrei o gelo.. ;-)

eyes shut disse...

são sempre tão doces as coisas que deixas que, às vezes, apetece só ficar a olhar ________________*

musalia disse...

sim, o momento, um momento pode condensar a eteridade...ou não...

feliz pelo teu emergir :)
beijos, Jim.

musalia disse...

eyes, o que deixo é a 'espuma dos dias', recolhida por aqui, por ali...
(deveria colocar alguma coisa no traço que deixaste no teu comentário? a jeito de puzzle ao qual falta uma peça? nunca sei...)
:)

laerce disse...

Olá moriana,

Sim, são eternas, não importa quais, e Rilke também com os seus versos.

Um beijinho

musalia disse...

laerce,

as palavras, nas palavras...

(amanhã, envio)

beijinhos.

eyes shut & what's keeping you awake? disse...

por acaso não tinha pensado nessa hipótese de completar a frase, mas está muito bem visto! :)

o traço é só uma estrada que desemboca numa estrelinha para ti

:)

musalia disse...

eyes &, seria divertido:) mas aceito as estrelinhas ;)
bj.