10.3.08

38,5


A vizinha Isabel chamava-o sempre que alguém desconhecido entrava no café, entrava para se demorar. A vida era a rua estreita e o olhar vivia do movimento que passava. Pedro gostava de conversar com ela. Recordava-lhe o tempo em que as escadas escondiam o vão e o 38 se mantinha unido. E a presença da avó, entre as rendas e os arraiolos. A avó. Parecia sempre zangada, aquela aspereza de quem cresce junto ao mar, defendendo-se da incerteza. Exasperava-se quando ele atirava a mochila pelo postigo da porta e fugia, rindo, rua fora. Praticamente fora ela que o criara, sempre atenta aos seus desejos, contrariando o aspecto severo com a generosidade do coração nas mãos abertas. Agora havia outra porta e meia dúzia de degraus, descendo, para o 5 do 38. Esse pequeno espaço cheio da lembrança da avó, a janela a permanecer fiel aos seus olhos.
No início, a vizinha Isabel perguntara-lhe quem era Laura, de onde viera, tivesse cuidado. Pedro respondera, Laura é o sonho, é a gota de chuva que acalma a sede. Não sabia se a vizinha entendera, a vizinha apenas sorrira. Passara a observar Laura, passara a observar o rosto de Pedro.

16 comentários:

Sophia disse...

:) Belo!

Ainda bem que a Laura regressa!

Baci

petroy disse...

acredito que as pupilas de pedro crescem em cada olhar ...

musalia disse...

laura esteve sempre presente, escondida embora. em silêncio, digamos ;)

bj., sophia.

musalia disse...

cada olhar de pedro, cada olhar de laura, relexo de afecto..
petroy:)

laerce disse...

ai as vizinhas, o que sabem as vizinhas.

Isto promete...

Beijinhos

musalia disse...

esta vizinha é especial para pedro, viu-o crescer...

beijinhos, laerce.
(hoje, o tempo não deixou conversar)

CNS disse...

O reflexo no rosto que ela já à muito aprendeu a ler. Muito bonito.

Andreia Ferreira disse...

Lindo :)

musalia disse...

cns, que boa, a tua visita :)
obrigada, vamos seguindo os dedos...

musalia disse...

olá andreia:)
obrigada.

Zig disse...

Hmmmmmmmmmmmmmmmm! Esses nomes....

musalia disse...

zig, os nomes? recordam-te pessoas que conheces, é isso?
se for agradável, ainda bem:)

abraço.

Zig disse...

Bem, pois, podia ter sido agradável, pois, podia...

Só de ler este nome vem-me ter tudo à cabeça de novo!

musalia disse...

calma, zig. nomes são invólucros, o exterior. e, sabes? qualquer nome pode ser belo, depende da forma como o 'interior' se revela.
;)

lamia disse...

There's a fairy in everyone's hearts.

musalia disse...

true enough, lamia!
:)